Mozambique

  • verdade.co.mz
  • 15 hours ago

O Benfica está no playoff que antecede a fase de grupos da Liga dos Campeões Europeus em futebol, fase que vai discutir com o PAOK de Salónica da Grécia. Os encarnados, empataram nesta terça-feira em Istambul, com um golo do jovem Gedson, eliminando o Fenerbahçe da Turquia. A equipa de Rui Vitória entrou em campo assobiada por 50 mil adeptos mas rapidamente inverteu esse panorama, pois mostrou ser muito mais equipa do que o Fenerbahçe. Bastou uma entrada corajosa, arrojada e com um jovem a brilhar a grande altura - Gedson, pois claro - para desnortear a formação turca. Ainda assim os locais tentavam, mas era um tentar incapaz, próprio de quem tem falta de capacidade para disputar uma eliminatória com o Benfica que soube lidar bem com o jogo e também com a eliminatória. Rui Vitória, que já não tinha Jonas, optou por Castillo deixando Ferreyra no banco. E em boa hora o fez, pois o chileno foi essencial no golo do Benfica, ao fazer uma combinação perfeita com atrevido Gedson que depois antecipou-se a Demirel, demasiado lento a sair da baliza. Logo a seguir o chileno lesionou-se e Ferreyra entrou. Mostrando que está um pouco fora deste puzzle enorme chamado Benfica, o argentino foi desmarcado pelo compatriota Salvio, ladeou Demirel e atirou às redes laterais. No minuto quase a seguir o Fenerbahçe empatou numa jogada em que Potuk mostrou todas as deblidades de Grimaldo a defender.

  • verdade.co.mz
  • 23 hours ago

Os sucessivos reajustes dos preços dos combustíveis líquidos contribuiram negativamente em 4,93 por cento para a arrecadação de receitas fiscais em Moçambique. Apesar disso a Autoridade Tributária (AT), durante o primeiro semestre de 2018, ultrapassou a sua meta arrecadando 105,2 biliões de meticais graças ao contínuo crescimento das receitas do Imposto Específico sobre o Consumo na Importação e do Imposto Especial sobre Jogos. Lançada a cerca de um ano a selagem de bebidas alcoólicas continua adiada nas Cervejas de Moçambique. “A Autoridade Tributária arrecadou 105.293.233,890 meticais, que corresponde a um grau de realização de 100,74 por cento em relação a meta do período e corresponde a uma realização de 47,52 por cento em relação ao plano anual e comparando com igual período do ano passado a cobrança cresceu nominalmente 18,59 por cento” revelou em conferencia de imprensa Fernando Tinga. O porta-voz da AT precisou os desempenhos positivos “ao nível dos impostos nacionais tivemos um crescimento de 18,59 por cento em relação ao ano passado, ao nível do IRPC tivemos um crescimento de 30,64 por cento, ao nível do IRPS um crescimento de 10,52 por cento, ao nível do Imposto Especial sobre Jogos 44,99 por cento, ao nível do IVA global tivemos 10,24 por cento, ao nível do IVA nas operações internas tivemos um crescimento de 16,15 por cento. Ao nível das Alfandegas tivemos um crescimento de 24,77 por cento, ao nível do Imposto Específico sobre o Consumo na Importação tivemos um crescimento de 53,18 por cento, ao nível dos outros impostos tivemos um crescimento de 80,94 por cento”. No entanto a taxa sobre os combustíveis líquidos registou uma modesta colecta de 1,4 biliões de meticais, menos 4,93 por cento relativamente a igual período de 2017, e ainda longe da meta para este ano que é de 8,9 biliões de meticais. Esta taxa cujas percentagens são escondidas do público, o @Verdade tem insistentemente questionado ao Ministério dos Recursos Minerais e Energia e ao Ministério da Economia e Finanças sem sucesso, incidem na determinação dos preços da gasolina, do gasóleo, Jet e até mesmo sobre o gás doméstico. De acordo com a Autoridade Tributária as alterações nos preços de venda ao público num curto espaço de tempo têm afectado as vendas o que resulta em menos receitas. Selagem dos produtos das Cervejas de Moçambique adiado “sine die” Relativamente ao processo de selagem de bebidas alcoólicas que foi introduzido a cerca de 1 ano Fernando Tinga disse que instituição que representa está a par do recrudescimento de garrafas sem selo nos mercados informais. “No início quando implementamos o processo de selagem, se calhar por timidez, nós vimos um cenário que parecia corresponder as nossas expectativas, havia uma resposta positiva em relação aos anseios da selagem. Mas com o tempo o cenário foi-se alterando, os operadores desonestos vão se também sofisticando, estudando melhor as falhas do nosso sistema. É nossa obrigação fazer frente a isso e contamos com a colaboração de todos”, apelou Tinga. Questionado sobre a selagem dos produtos das Cervejas de Moçambique cuja selagem foi adiada de 2017 para o início de 2018 o porta-voz da AT disse apenas que a instituição continua a “trabalhar” sem indicar quando é que poderá efectivar-se. O facto é que as Cervejas de Moçambique além de manterem os preços dos seus produtos inalterados há mais de cinco anos são ainda assim um dos maiores contribuintes. Só no 1º semestre de 2018 contribuíram com mais de 1,2 bilião de meticais, contra 2,3 milhões do mesmo período do ano passado.

  • verdade.co.mz
  • 23 hours ago

Dos 28 partidos políticos, coligações e grupos de cidadãos inscritos na Comissão Nacional de Eleições (CNE) – de 15 a 29 de Junho último – para as eleições autárquicas de 10 de Outubro próximo, pelo menos 10 não se candidataram por razões desconhecidas. A recepção de candidaturas encerrou na segunda-feira (13). A Frelimo, a Renamo e o Movimento Democrático de Moçambique (MDM) – os únicos com representação parlamentar – são os que se propuseram para concorrer em todas as 53 autarquias do país. O órgão do Estado, que administra os processos eleitorais, não sabe por que motivos os proponentes não se candidataram, pese embora admita que os oito dias [06 a 13/08/2018] que estavam reservados ao processo “eram bastante escassos”. Paulo Cuinica, porta-voz da CNE, comentou que alguns documentos, em número considerável, apresentados no acto de candidatura estavam caducados e os proponentes tinham de correr contra o tempo para regularizá-los, mas não são todos que lograram sucesso nesse sentido. A fonte disse que, possivelmente, entre terça-feira (14) e esta quarta-feira (15), serão afixadas as cópias de candidaturas, nos quais o órgão indica se aceita ou rejeita o processo dos proponentes e as respectivas listas. Nos dias 16 e 17 do mês em curso, os proponentes de partidos políticos podem submeter recurso à CNE, pronunciando-se em relação à aceitação ou rejeição das candidaturas e respectivas listas pela entidade a que temos vindo a fazer alusão. No sábado (18), serão elaboradas as actas e impressas as listas definitivas de candidaturas, as quais serão afixadas entre 19 e 22 de Agosto corrente. Na próxima sexta-feira (24), “realizar-se-á o sorteio das listas definitivas” na presença dos candidatos/cabeças-de-lista ou mandatários de partidos políticos, coligações e grupos de cidadãos para a “indicação da sua ordem no boletim de voto”, disse Paulo Cuinica. A apresentação das candidaturas às eleições autárquicas, de 06 a 13 Agosto, respeita os 60 dias antes da votação [10/10/2018], nos termos do número 2 do artigo 161 da Lei número 7/2018, de 3 de Agosto.

  • verdade.co.mz
  • 23 hours ago

O jornalista Abdul Naguibo Abdula, que não tem competência técnica nem de gestão para liderar uma rádio em processo de digitalização, mas tem reconhecido trabalho de bajulação ao partido Frelimo, foi nomeado nesta terça-feira (14) para o cargo de Presidente do Conselho de Administração (PCA) da Rádio Moçambique (RM). De pouco mais de 50 anos de idade, o experiente jornalista exercia, desde 2016, sob muita contestação interna, o cargo de director de informação da rádio pública. O @Verdade apurou que esta nomeação foi uma “grande surpresa” para os funcionários da RM, porque Abdul Naguibo não estava entre os nomináveis para o cargo deixado vago, em finais de Julho, por Faruco Sadique Ibraimo, que pelo mau serviço público que realizou foi indigitado para dirigir a Televisão de Moçambique. O @Verdade sabe que para além da fervorosa cobertura e divulgação das “realizações” do partido Frelimo e do seu Governo, Naguibo não tem competências técnicas para liderar a rádio pública na transição para a tecnologia digital e nem mesmo tem suficiente formação em gestão para inverter a deficitária situação financeira em que se encontra este que é o principal órgão de comunicação social do nosso país, apesar dos subsídios que recebe do Estado e da taxa de radiodifusão que todos automobilistas são obrigado a pagar. Ao que apurámos, Naguibo é claramente uma escolha para garantir mais cobertura favorável ao partido Frelimo nos dois ciclos eleitorais que se avizinham. Contudo, ele herda uma empresa que, pela primeira vez, no mês passado falhou o pagamento de salários no “tradicional dia 20”.

  • verdade.co.mz
  • 23 hours ago

Cento e doze membros da Polícia da República de Moçambique (PRM), entre oficiais superiores, subalternos e sargentos foram patenteados, na terça-feira (14), em Maputo. No acto, o comandante-geral, Bernardino Rafael, exigiu respeito ao dever de profissionalismo e empenho no combate à criminalidade e aos acidentes de viação. O grosso dos policiais que foram concedidos patentes pertence à banda policial de diferentes pontos do país. Bernardino Rafael, comandante-geral da PRM, disse que o patenteamento é forma de reorganização do sector. Aos colegas que não exercem as suas funções com profissionalismo, ele sugeriu que se submetam-se à reciclagem. “Temos a plena consciência de que somos muitos que precisamos melhorar cada vez mais a nossa profissão e categoria profissional”, afirmou a fonte e apontou que o desfaio da PRM é colocar cada membro no lugar que merece, em função do trabalho que faz. Segundo o comandante-geral, uma das condições para um policial desempenhar melhor as tarefas que lhe são incumbidas com vista à manutenção da segurança e da ordem públicas é assegurar que ele esteja satisfeito na sua categoria profissional. No ano passado, prosseguiu Bernardino Rafael, foram promovidos 5.500 elementos da instituição que tem como função garantir a segurança e a ordem públicas e combater infracções à lei. Este número “é apenas um quarto do efectivo que pretendemos cobrir. Ainda temos 4.250 oficiais” à espera da mesma sorte. “Ninguém está esquecido. Todos vocês merecem o mesmo tratamento”, disse e vincou que é preciso a Polícia não vergar diante do combate ao crime e à sinistralidade rodoviária. Bernardino Rafael fez saber que pelo menos 603 pessoas morreram no primeiro semestre deste ano, em todo o país, contra 510 no ano passado, devido 810 acidentes de viação, contra 775 em igual período de 2017. No que à criminalidade diz respeito, houve registo de 9.682 casos nos primeiros seis meses deste ano, contra 11.427 em igual período do ano transacto. Num outro desenvolvimento, o comandante-geral pediu o envolvimento dos colegas, em particular, e da sociedade, em geral, nas acções que evitem que as estradas sejam continuamente regadas de sangue. Cada membro da Polícia, mesmo que não seja de trânsito, assuma a tarefa de educar aos cidadãos a travessarem uma estrada/rua, bem como aos automobilistas a respeitarem as regaras de condução, sublinhou.

  • verdade.co.mz
  • 23 hours ago

Uma criança de 12 anos de idade, do sexo feminino, morreu atropelada quando pretendia atravessar uma estrada, na segunda-feira (13), na cidade de Nampula, província com o mesmo nome. O desastre aconteceu à tarde, no bairro de Namicopo, quando ela regressava da casa de um familiar, na companhia de outras petizes da sua idade. O automobilista tentou socorrer a vítima para o hospital mas já era tarde. O embate foi de tal sorte que a miúda foi projectada para uma distância de mais de 15 metros. O @Verdade não pôde apurar da Polícia da República de Moçambique (PRM), em Nampula, quais foram as causas do acidente, mas presume-se que o condutor tenha excedido a velocidade, facto aliado uma suposta má travessia da malograda. A vítima vivia no distrito de Mongicual e acabava de chegar na cidade de Nampula, onde gozava férias escolares em casa de um parente.

  • verdade.co.mz
  • 23 hours ago

A comunicação refere as formas de penetração do capital no meio rural, sobretudo do agro-negócio, numa perspectiva de ocupação de territórios com intensificação capitalista da exploração da terra, recursos naturais e trabalho, provocando transformações nos sistemas de produção locais e gerando dinâmicas de resistência e integração dos produtores (sobretudo dos camponeses). Poderá baixar este documento na página web do Observatório do Meio Rural pelo link: http://omrmz.org/omrweb/publicacoes/or-65/

  • verdade.co.mz
  • 1 day ago

O Instituto Nacional de Meteorologia prevê o seguinte estado do tempo para esta quarta-feira (15) em Moçambique: nas províncias de Niassa, Cabo Delgado e Nampula céu geralmente pouco nublado. Ocorrência de neblinas ou nevoeiros locais. Vento de leste a nordeste fraco a moderado. Para as províncias de Tete, Zambézia, Manica e Sofala céu geralmente limpo. Ocorrência de neblinas ou nevoeiros locais. Vento de leste a nordeste fraco a moderado. Nas províncias de Inhambane, Gaza e Maputo tempo quente, com céu pouco nublado a limpo. Possibilidade de neblinas ou nevoeiros matinais locais. Vento de nordeste a noroeste fraco a moderado, soprando por vezes com rajadas. Eis as temperaturas previstas: Cidade Tempo Máx ºC Mín ºC Maputo 32 17 Xai-Xai 33 18 Inhambane 32 20 Vilankulo 29 17 Beira 28 18 Chimoio 29 13 Tete 34 18 Quelimane 32 19 Nampula 30 17 Pemba 29 18 Lichinga 25 12

  • verdade.co.mz
  • 2 days ago

Pelo menos duas pessoas morreram e uma está desaparecida nas Filipinas pelaspor causa das inundações que afetam mais de um milhão de pessoas com a passagem da tempestade tropical Yagi, informaram nesta segunda-feira as autoridades locais. As zonas mais danificadas pelas copiosas precipitações registadas durante o fim de semana são o centro e o norte do país, segundo o último relatório do Conselho Nacional de Gestão e Redução do Risco de Desastres da Filipinas. Ambas as vítimas morreram afogadas dentro da área metropolitana de Manila, onde as chuvas e inundações foram mais graves e se declarou o alerta vermelho. Os mortos são uma mulher de 61 anos residente do distrito de Quezón e um homem de 36 em Marikina, bairro onde cerca de 22 mil pessoas permanecem evacuadas por causa do risco de transbordamento do rio do mesmo nome. Dos mais de um milhão de evacuados nas regiões afetadas, cerca de 54.680 estão sendo atendidos nos abrigos montados no país para seu atendimento.

  • verdade.co.mz
  • 2 days ago

As autoridades da Indonésia elevaram nesta segunda-feira para 436 o número de mortos e deixou o de pessoas deslocadas em 352.793 pelo terremoto de magnitude 6,9 que atingiu a ilha de Lombok em 5 de Agosto. O porta-voz da Agência Nacional de Gestão de Desastres (BNPB, na sigla em indonésio), Sutopo Purwo Nugroho, informou em comunicado que foram emitidas 259 certidões de óbito das vítimas, enquanto as 177 restantes estão em processo administrativo. A maior parte das mortes ocorreram nos desabamentos de casas e edifícios causados pelo terremoto. A região norte de Lombok, onde foi situado o epicentro do tremor, é a mais atingida com 374 mortes, seguida de Lombok Ocidental, com 37; Lombok Oriental, com 12; Mataram, com nove; Lombok Central, com duas; e Denpasar, capital da ilha vizinha de Bali, também com duas. A BNPB também informou que 1.353 pessoas se encontram hospitalizadas, enquanto o número de deslocados caiu para 352.793, aproximadamente 35 mil a menos que os números oferecidos pelo órgão durante o fim de semana. Em relação aos danos às edificações, ficaram destruídas ou danificadas 67.875 casas, 468 escolas, seis pontes, 50 lugares de oração, 20 escritórios, 15 mesquitas e 13 centros de saúde. O cálculo provisório dos danos elaborados pela BNPB ronda 5,04 trilhões de rupias (303 milhões de euros). As autoridades regionais prorrogaram o período de resposta de emergência até o dia 25 para facilitar as operações humanitárias e de reconstrução.